domingo, setembro 05, 2004

imunidade...


James O'Barr escreveu, sob a forma de novela gráfica - The Crow - a mais bela carta que os sentimentos de afecto podem inspirar (reparem como eu evito dizer a palavra am...or...), onde a perda e a saudade são soberanas. Mas como evitar este aperto provocado pela ausência? Acho que faz parte do processo de crescimento e canaliza o que temos dentro de nós em obras de arte... afinal a arte surge da melancolia? Felizes são aqueles que apreciam a arte produzida pelos outros, longe do que os afectou, imunes à eterna pressão sentida no peito dos artistas...

1 Comments:

Blogger melquíades disse...

Olá :) O sonho em ti que se transforma em arte neste blog, e a arte não sei de que nasce, mas quem dera que fosse da alegria, mais comum é conhecê-la como a descreves, solta do aperto do coração.

9:20 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home